Acabou de ser publicado o novo Census Australiano 2011, e tem vários dados legais para analisarmos, em relação a como imigrantes estão definindo a “nova” Australia.

O Census revelou que ¼ da população nasceu fora do solo australiano.

Os números atuais baseado em gerações, ficou mais ou menos assim:

➡ 27% primeira geração (5.3 milhões de habitantes) – pessoas que vivem na na Australia, mas nasceram em outros países; essas pessoas podem já ser australianas, residentes permanentes e residentes temporários de longo termo.

➡ 20% segunda geração (4.1 milhões de habitantes) – australianos que nasceram e vivem na Australia, com pelo menos um dos pais de origem estrangeira.

➡ 53% Terceira geração + (10.6 milhões) – australianos que nasceram e vivem na Australia, sendo que os pais também são nascidos no país. Nessa população também se inclui os aborígenes (povo nativo).

A Australia é um país que precisa crescer, e os imigrantes são a chave para isso acontecer. Veja no gráfico abaixo, o crescimento populacional da Australia dos últimos 100 anos:
Grafico demografico da Australia
Fonte: Census Australia

Agora, compare o crescimento das províncias e repare em Queensland e Western Australia, o quanto elas disparam em crescimento nas últimas décadas:
Grafico demografico da Australia
Fonte: Census Australia

Outro fator que achei interessante na análise do Senso, é que historicamente a maioria dos imigrantes eram de origem européia (já ouviram falar do incentivo do governo e da população para favorecer a política de uma “Australia Branca”? Isso prevaleceu como lei até 1949 e um dia eu conto mais detalhes!).

Mas aos poucos, isso está mudando, e a população de imigrantes nascida na Asia e outros países está crescendo, e com isso, cria-se uma maior diversidade no país. Eu não sei até que ponto os australianos realmente gostam dessa miscigenação, mas eu acho encantador!

Gostou e quer saber mais detalhes? Acesse o website abs.gov.au

Leia também: 

Dicas para alugar imóvel na Australia

Hello Australia … estamos de novo em Brisbane! (Julho/2018)