O tema desse mês do projeto Vida em TO foi “Dicas que vão salvar quem escolheu morar em Toronto”, um tema um quanto tanto amplo, vamos dizer assim. Para quem não conhece o projeto, eu e outras blogueiras residentes em Toronto, escrevemos sobre um assunto em comum uma vez por mês.

Confesso que fiquei pensando em dicas práticas para ajudar brasileiros recém-chegados a Toronto, pois eu mesma já cheguei em Toronto em três momentos diferentes, em 2000, 2005 e 2012.

Quem conhece minha trajetória, sabe que eu e Toronto temos um caso de amor eterno e muito mal resolvido. Eu a amo com todas minhas forças, mas não consigo jogar âncora do “pra sempre”, estou sempre pronta a ir embora e descobrir novos ares. Mas sei que posso voltar, pois já temos intimidade o suficiente para chegar sem precisar avisar.

Deu para perceber que esse texto não vai ter dicas e não tem a intenção de salvar nenhum mortal que vêm a Toronto. Pois sinceramente, as melhores dicas vai sair de você mesmo depois de alguns dias, meses e anos … e provavelmente, minhas experiências não vão ser as mesmas que as suas, não há verdade única nesse assunto de imigração bem sucedida.

Quem precisar de umas verdades antes de imigrar, recomendo esse texto, mas saiba que depois que você pisar em Toronto, estará por conta.

Mas mesmo assim …

Te recomendo não tentar vencer o frio, ele vai te surrupiar várias vezes, e mesmo quando você achar que estará pronto para subir no pódio, no último segundo ele inventará uma novidade que te fará entender que não há entendimento nessa questão do inverno canadense, o jeito é aceita-lo de forma pacífica.

Te recomendo a fazer amigos sem medo, mas saiba que vai bater com a cara na porta várias vezes, e mesmo depois de achar que encontrou as pessoas certas, nem sempre elas ficarão para sempre na sua vida. Mas reconheça as pessoas que te ajudaram no começo e ao longo da jornada.

Te recomendo a ajudar quem estiver chegando, faça como uma ato de caridade e sem esperar NADA em troca. Com certeza você deve ter recebido ajuda de pessoas que hoje não fazem parte da sua vida, e você tem obrigação de fazer o mesmo.

Te recomendo a pesquisar muito sobre os melhores bairros para se morar em Toronto, mas saiba, que são tantas tribos que convivem juntas, que descobrir qual a sua onda pode demorar mais que o esperado. E aventure-se, nem sempre o primeiro lugar que você optou, será o melhor lugar para o futuro.

Te recomendo a ser fiel a seus valores, mas não use cabresto. Se você resolveu se mudar para um lugar novo, não queira viver como sempre viveu, se reinvente e se redescubra, aposto que no momento que você tirar suas amarras, sem perder sua essência, será uma pessoa mais feliz e realizada.

Te recomendo a aceitar as coisas como elas são, nem sempre Toronto (ou qualquer lugar do Canadá) será o lugar que te faz feliz. E se não for, não tenha receio de arrumar as malas novamente e voltar para o Brasil ou tentar um lugar novo. O mundo é muito pequeno para a gente só criar raízes, eu sempre sempre a favor criar asas!

Morar em Toronto

Enfim, poderia ficar aqui escrevendo mais alguns parágrafos, mas acho que deu por hoje … aproveitei esse tema para filosofar um pouco, fazia tempo que não escrevia assim aqui no blog!

Aproveite e também os artigos das outras meninas, que todo dia 15, escrevem sobre nossa Vida em TO:

Mariana Cimini: Virei Canadense
Carina Iani de Barros: Outside Brazil
Gabriela Ghisi: Gaby no Canadá
Livi Souza: Baianos no Polo Norte