Nem acredito que já estamos em Brisbane há mais de duas semanas, realmente o tempo passou voando!

Nesse post vou contar um pouquinho sobre os preparativos do antes e depois dessa mudança para Australia, vai valer mais para quem já tem o visto de imigração, mas no final, mesmo se estiver vindo como estudante ou com visto temporário pode ajudar.

Mudança para Australia

Checklist antes e depois da mudança

Mudança Australia

Brisbane!

Antes da mudança:

A gente acha que a espera do visto é um momento desesperador, mas para mim, o bicho pegou de verdade quando estava quase na hora de embarcar, pois a ficha caiu e a gente ficou feito doido indo atrás das coisas para deixar tudo organizadinho e ter certeza que não iria precisar de nada importante no caminho!

O legal aqui em casa é que eu e o Kiko sabemos dividir bem os papéis que cada um faz melhor, e nos organizamos assim … vocês terão que fazer o mesmo aí na sua casa, para não sobrecarregar ninguém.

Essa não foi nossa primeira mudança e nem vai ser a última (amém!), então, já estou acostumada a lidar com a ansiedade e deixar a coisa rolar, mas mesmo assim, sempre dá aquele frio na barriga.

Como disse no post anterior, viemos para a Australia com o visto de Skilled Worker (tipo um green card americano) e isso nos dá praticamente todos os direitos de qualquer australiano, com excessão do voto (isso só quando/se ganharmos a cidadania).

E como o Kiko já veio com trabalho garantido (pelo menos pelos próximos 6 meses), tudo fica mais fácil nesse aspecto financeiro.

Essas dicas são bem gerais e pode ser que tenha esquecido alguma coisa (por favor, me ajudem nos comentários, assim vou atualizando o post para os próximos leitores que chegarem e estiverem precisando de ajuda!!!).

Mas vamos ao que interessa, segue o passo a passo de como nos organizamos antes da chegada a Brisbane:

  • Decisão: o que fazer com o imóvel atual

Quem tem imóvel próprio vai precisar decidir o que fazer com ele; se vai vender, alugar ou deixá-lo parado. Como nossa mudança tem carater temporário, ficamos na dúvida entre alugar ou deixá-lo nos esperando, e depois de pensar muito, resolvemos deixa-lo fechado até que a gente tenha maior controle do que vai acontecer por aqui. Daqui alguns meses a gente repensa e toma uma nova decisão (se precisar).

É um custo a mais? Sim, mas vale para a tranquilidade da cabeça, quando se imigra mais velho, essas coisas faz muita diferença, e como podemos nos dar a esse luxo, não tem porque ficar sofrendo sem necessidade.

Em várias outras situações, nós simplesmente mudamos de mala e cuia, ou vendemos tudo e partimos com duas malas cada um …

Essa decisão cabe somente você e não fique dando muita atenção ao que os outros falam!

PS: vender carro também é uma das tarefas…

PS: se resolver mandar tudo para a Australia, faça cotação com várias empresas de mudança e prefira empresas que empacote tudo para você, além de ser mais fácil, tem a vantagem deles se responsabilizarem por qualquer dano nesse aspecto.

  • Aproveite para brincar de desapego

Independente da decisão do que fará com as coisas que se têm, uma coisa é certa, uma mudança é uma ótima desculpa para aprender a desapegar das coisas.

Faça uma limpeza geral e doe tudo o que puder. Venda outras coisas que achar que faz sentido e fique somente com o que você realmente precisa, vai por mim, a gente precisa de muito pouco para viver!

Aprender a desapegar é muito importante, talvez o primeiro grande passo para quem quer mudar de país ou uma terapia constante para quem quer ser nômade (como eu e o Kiko).

Se é fácil? Claro que não… eu acho um sacrifício, me apego demais as minhas coisas, mas estou ficando cada vez melhor nisso! Por outro lado, o Kiko se desfaz das coisas sem o menor problema, daqui a pouco até eu vou para o lixo (risos).

  • Organize os documentos importantes

Essa é a parte mais importante de TODAS. Organizar os documentos importantes e saber o que vai e o que fica é fundamental para evitar dor de cabeça.

Não esqueça de trazer eles com você (na mala de mão) e fazer cópia digital de tudo (coloque no google drive, por exemplo):

– Passaportes,

– Todos documentos brasileiros (RG, Carteira de motorista, CPF, Certidão de nascimento, Certidão de reservista etc),

– Certificados de universidade, especializações, carteira de vacinação (aqui na Australia, Brasileiros precisam comprovar que tem a vacina da febre amarela atualizada),

– Faça uma procuração geral para uma pessoa de confiança no Brasil. Eu sei que hoje os lugares geralmente só aceitam procurações específicas, mas de repente, uma geral pode ajudar em uma eventual emergência.

PS: Se tiver todos esses documentos traduzidos, traga também, pode ser importante.

PS 2: Se algum desses documentos estiver para vencer, aproveita e faça a atualização antes da viagem para evitar dor de cabeça antes do tempo.

PS3: a maioria dos estados australianos aceitam a carteira de motorista brasileira durante os primeiros meses no país, mas querendo ficar com a cabeça fresca, tire a carteira internacional. [mais detalhes]

  • Tenha dinheiro local ao chegar

Eu sempre recomendo ter uma quantia em dinheiro vivo ao se chegar em um país (se for trazer mais de 10.000 dolares australianos, é preciso declarar ao chegar), mas claro que cartão de crédito se aceita em praticamente todos os locais aqui na Australia e quebra um galho na chegada.

No Brasil, já deixe um dinheiro organizado para que você possa fazer a transferência logo que abrir uma conta de banco na Australia. Eu acho que o transferwise é uma das melhores formas de fazer transferência, mas tem um limite de US$3,000 por mês (isso do Brasil), sem precisar fazer grandes comprovações.

Então, venha com dinheiro reservado e aproveite o transferwise para receber dinheiro do Brasil até sua situação financeira estiver certa por aqui.

Aproveite e tenha certeza que seu cartão aceita transações internacionais e que seu banco/gerente esteja avisado dessa viagem, assim não tem problema do cartão bloquear quando estiver na Australia.

PS: os primeiros meses na Australia são cheio de gastos extras, especialmente se for comprar tudo novo por aqui, então, tente não entrar em desespero com o dinheiro saindo feito doido nesse período, depois as coisas vão se encaixando e voltando ao normal.

  • Carreira

Obviamente se estiver vindo como imigrante, começar a procurar emprego ou ao menos começar a pesquisar sobre sua área é fundamente. Se tiver bom contato com o chefe atual e ele falar inglês, já pergunte se pode usá-lo como referência.

Os principais sites de emprego da Australia são:

www.seek.com.au
www.careerone.com.au

Sites agregadores:

au.indeed.com
www.simplyhired.com.au

E tenha sempre seu linked-in atualizado, especialmente se for da área de TI.

Já comece também a fazer seu resume (CV) no modelo Australiano.

  • Remédios e check-up

Faça uma pequena farmácia de remédios para chegar e não precisar se preocupar caso alguém da família fiar doentinho. Claro que aqui tem muitos remédios, mas as vezes, melhor tomar o que já está acostumado, pelo menos no começo.

Eu sempre trago na mala antiinflamatório (cataflam), porque aqui somente se pode comprar isso com receita médica.

E caso tenha necessidade de remédio regularmente, traga para pelo menos os 3 primeiros meses, pois pode demorar para encontrar um bom médico de família e sua situação se regularizar na Australia.

Aliás, antes de viajar, aproveite para fazer o check-up anual no Brasil.

  • Onde morar

Eu recomendo vir com 3 semanas de apartamento ou hotel já alugado desde o Brasil. O AirBnB é uma ótima solução para isso, eu mesma peguei um apê dessa forma para as primeiras semanas (apesar de não ter feito uma boa escolha, dessa vez! No Booking.com também tem várias opções de apartamentos mobiliados que você pode aproveitar, aqui em Brisbane, os apartamentos do Oaks ou do Mantra tem boas reviews (claro que para quem tiver um bom orçamento maior).

Se vier sem emprego, talvez terá que ficar mais tempo em apartamentos ou moradia temporária, pois te deixa mais aberto a novas opções de trabalho quando chegar. Vai que você arrume emprego em outra cidade ou um bairro distante, né? Melhor ter flexibilidade.

E depois, quando estiver mais estabelecido, aí sim, se compromete com algo mais certo e duradouro. Lembrando que aqui os valores dos alugueis são fechados por semana e não por mês.

Se tiver filhos, escolher bairros com boas escolas também é uma das tarefas mais importantes que precisará fazer… garantir isso para seus filhos, é fundamental.

Um lugar que o pessoal coloca muitos anúncios de quartos para dividir é nos grupos fechados do facebook. Aqui em Brisbane tem um chamado: Brasileiros em Brisbane (tem muita discussão idioto por lá, então filtre e use o que ele tem de bom).

  • Compre seguro viagem

Novos imigrantes (chegando pela primeira vez na Australia) talvez tenham que esperar até 104 dias para ter acesso ao Medicare (Sistema público de saúde), dessa forma NÃO viaje sem um seguro viagem, por mais saudável que esteja.

Eu recomendo fazer uma cotação com a Seguros Promo (clicando no meu link, você ganha 5% de desconto), mesmo que seu visto te dê opção de medicare imediato, compre o seguro para pelo menos uma semana, melhor prevenir que remediar.

  • Cancele todas as assinaturas

Cancele todas as contas e assinaturas que estiver em seu nome, ou passe para outra pessoa.

  • Saída definitiva do Brasil

Algumas pessoas querem fazer isso logo que imigram para outro país, eu e o Kiko só fizemos depois alguns anos.

Mas como já tem muitos tempo que fizemos isso e a lei anda sempre mudando, melhor se inteirar antes de ir embora e verificar como proceder (mais detalhes).

 
Comparar

Depois da mudança – ao chegar na Australia

Essa parte é bem básica, mas segue abaixo o checklist básico:

  • Abrir conta no banco (principais banco: Westpac, Suncorp, Commonwealth, ANZ, National Australian Bank, e St. George),
  • Dar entrada no medicare,
  • Tirar carteira de motorista,
  • Tirar um tax file number (TFN) – tipo um CPF australiano,
  • Comprar um chip de celular pre-pago (eu comprei da Vodaphone, mas tem várias outras operadoras: TestraOptus, Virgin),
  • Cartão de transporte público da sua cidade (aqui em Brisbane o cartão chama-se Go Card),

Aí … depois é o “principal”; correr atrás do primeiro emprego, da primeira moradia definitiva e ir para o abraço!!!

Vida na Australia

Welcome to Australia!!!