Norte de Israel… um dia na Galileia

Revendo as fotos de Israel, me deu um certo saudosismo da nossa viagem e por isso estou desaflorando o restante dos posts que sempre ficavam pra depois…
Mar da Galileia por Mikix
Mar da Galileia

Hoje vou contar sobre o dia que passamos pela região da Galileia. Apesar de não ter tido a intensidade de Jerusalem, se deparar com lugares bíblícos das parábolas que ouvíamos quando crianças, já sabíamos que o dia nos reservaria grandes emoções.

Foi como retornar as aulas de catecismo que tive no colégio, mas com a diferença que não estava só escutando, mas vendo, sentindo e tocando os lugares, e confesso, que ter a consciencia mais amadurecida para entender os fatos, também ajudou muito! :-)

Se localize:
Mapa da Galileia
© Carta, Jerusalem / Via Israel Ministry of Foreign Affairs

Saimos cedinho de Re’ut, suburbio de Tel-Aviv e cidade onde estávamos hospedados na casa de amigos, e partimos em direção Nazaré para começar nossa “pelegrinação” pelo norte de Israel.

Nazaré é conhecida como a “capital árabe de Israel”, devido a predominância muçulmana na região… Ah sim, apesar dos conflitos religiosos e políticos, o país também possui uma grande população de muçulmanos, alguns cristãos e ateus… e todos com passaporte Israelense!

Mas em Nazaré, nosso interesse era mesmo pela Basílica da Anunciação, local onde Maria recebeu a notícia do anjo Gabriel que seria mãe de Jesus, o filho do Deus. Dentro da igreja tem um espécie de gruta misturada ao altar, que supostamente era a casa onde ela viveu sua infância e como sou muito ligada a Maria, fiquei emocianada de talvez estar pisando no local onde ela viveu parte de sua vida! (PS: Israel tem dessas coisas de deixar o ceticismo de lado e se entregar as emoções :wink: )
Basílica da Anunciação por Mikix
Dentro da Basílica da Anunciação

E entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve! Agraciada; o Senhor está contigo; ”

E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de Jesus.
Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo.

Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra.
(S. Lucas 1:28, 1:31, 1:32, 1:38)

A caminho do Rio Jordão, ao sul do mar da Galileia, passamos por Canaã e não nos animamos a entrar na igreja onde teoricamente Jesus fez seu primeiro milagre; a transformação da água em vinho. Achamos tudo bagunçado, sujo e muito pega-turista (risos)… seguimos logo para Yardenit, para curtir os batismos no Rio Jordão e essa foi uma experiência que valeu a pena (clique aqui para ler o post).

Tiberias, foi local que escolhemos para passarmos a noite e onde reservamos nosso hotel. Por ser uma cidade resort para os judeus, encontramos nela uma base perfeita, com várias opções de hoteis a preços convidativos. Mas sinceramente, não vimos muita graça na cidade em si, e continuamos perambulando pela região…
Tiberias por Mikix
Vista do nosso hotel em Tiberias

Para almoço, resolvemos experimentar o prato típico da região chamado “Peixe de São Pedro”, uma boa tilapia asssada inteira e servida com batatas fritas. Não me perguntem o nome do restaurante, pois esqueci completamente, só lembro que ficava na estrada logo depois de Tiberias e beirando o Mar da Galilelia, um almoço com vista! Nada mal… :D

Próxima parada foi o Museu do Barco de Jesus (Jesus Boat Museum / Yigal Allon Museum). Localizado no Kibbutz Ginosar, o museu oferece ao visitantes a oportunidade de ver como eram os barcos que navegavam no Mar da Galileia na época de Jesus. O interessante é que o barco exposto no múseu não é uma réplica, e sim o original, datado do século 1 . Ele foi encontrado as margens do mar da galileia e preservado durante todos esse tempo graças a combinação de argila, barro e a composição da terra …
Museu barco de Jesus por Mikix
Imagem do “barco de Jesus”…
Para quem não se lembra, foi no mar da Galileia, que na verdade é conhecido localmente como Lago Kineret, foi onde Jesus acalmou a tempestade e caminhou sobre as aguas…

Mirella sobre as aguas
Mirellita sobre as águas…

Subindo o mar da galileia, na cidade de Tabgha, paramos na Igreja da Multiplicação, onde teoricamente, foi o local onde Jesus realizou seu milagre da multiplicação dos pães.

A igreja atual foi inaugurada em 1982 e foi construída nos mesmo moldes da igreja bizantina que estava ali no século V.

Igreja da Multiplicação por mikix
Igreja da Multiplicação

E, tendo mandado que a multidäo se assentasse sobre a erva, tomou os cinco päes e os dois peixes, e, erguendo os olhos ao céu, os abençoou, e, partindo os päes, deu-os aos discípulos, e os discípulos à multidäo.
E comeram todos, e saciaram-se; …
E os que comeram foram quase cinco mil homens, além das mulheres e crianças.
Mateus 14:19-21

Ainda em Tabgha, chegamos na Igreja das Beatitudes, local onde foi realizado o Sermão da Montanha. Depois de ver tantas igrejas, relembrar tantos fatos bíblicos e me recordar das aulas de catecismo e religião, o que mais me impressionou nesse local foi o belíssimo pôr-do-sol que avistamos.

Igreja das Beatitudes por mikix Igreja das Beatitudes no por-do-sol por mikix
Igreja das Beatitudes

“Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo: ‘Bem-aventurados os pobres de espírito’…” (S. Mateus 5:1-3)

E por fim, já quase noite, chegamos a Cafarnaum, na casa de São Pedro (também chamado de São Simão na bíblia). Sob os resquícios arquelógicos, foi construida uma igreja franciscana em 1990.
Igreja casa de São Pedro por mikix
Igreja casa de São Pedro

E assim retornamos a Tibérias para descansar!

Já faz um tempinho que fizemos esse passeio, mas as imagens, a experiência e a energia que senti durante nossos dias por em Israel, continuam vivas e já fico esperando a hora de poder voltar e explorar ainda mais Israel.

PS 1: Fizemos todo esse percurso por conta própria, alugamos um carro no aeroporto de Tel-Aviv e percorremos grande parte do país sem problema nenhum!

PS 2: Parte do website do Israel Ministry of Foreign Affairs, oferece bastante detalhes sobre várias cidades da “terra santa”, tudo escrito em português para facilitar nossa vida. Gostei muito! [link]

Leia todos posts sobre Israel aqui no Mikix:

- Israel – Introdução

- Jerusalem – parte 1

- Jerusalem – parte 2

- Jerusalem – parte 3 – final

- Deserto Negev (a caminho de Eilat/Petra)

- Day trip em Petra, na Jordania

- Masada

- Mar Morto – salinidade a flor da pele!
- Batismo no Rio Jordão
- Norte de Israel… um dia na Galileia

Categoria(s) de viagem: IsraelOriente MedioViagens

Curta o blog de viagem Mikix no Mundo no facebook:

Texto por Mirella

Morando fora do Brasil desde 2000; já chamou de "casa" países como Canadá, Australia, Holanda e atualmente está na Flórida, Estados Unidos Pedagoga que virou analista de sistemas e hoje, além de blogueira, trabalha como agente de Intercâmbio. Adora viajar, tirar fotografias (bem amadoras) e não dispensa um vinho e muito menos um chocolate! Mantem o blog mikix mikix.com e o viajoteca.com como hobby, tentando fazer disso uma profissão (lucrativa, risos!)!

10 Comentarios

  1. Dany says:

    Pa-rei na foto da vista do hotel.
    Maravilhosa.
    Posts como esse são ruins porque aumentam ainda mais a lista de “lugares pra visitar antes de morrer”!
    Bj.

    Dany
    http://www.feriadopessoal.wordpres.com

  2. Laodicéia Weersma says:

    Muito verdadeiro..palavras simples e reais…Obrigada.

  3. Bel says:

    Bateu insônia, e vim ler posts antigos… adorei a série sobre Israel! ;)

  4. Thiago says:

    Ola Mirella,

    Li todos seus posts sobre a viagem a Israel, estou planejando fazer em Fevereiro próximo Israel / Egito e Jordania. Muito boas as informações postadas, para quem não conhece fica com receio de enfrentar algum problema, mas lendo os comentarios fiquei mais tranquilo para encarar o “desconhecido” Gostaria de algumas dicas com relação ao roteiro. Chego em Tel Aviv num sabado ás 15:20h, num primeiro momento havia me programado para ir direto a Nazareth e dormir por lá mesmo, para conhecer no dia seguite a Narazeth e Tiberias (Galilee Sea e Jordan River), porém pelo que li te transporte público a viagem leva umas 3h para andar +oi- 100km, nada convidativo para quem passou 18h em avião.

    Li que de Tel Aviv posso encontrar algumas cias que oferecem um Day Tour para a região na faixa de $85 a $90 por pessoa. Farei esta viagem com a minha esposa e vi que fez o roteiro de carro saindo de Tel Aviv.

    O que indicaria: dormir em Nazareth? fazer o tour? ou alugar o carro mesmo? Se lembra o custo de locação e combustivel se era alto? Consigo mapas fácil na região?

    Repito a mesma pergunta para sair de Jerusalém para Masada (Dead Sea), vc também foi de carro? Muito mais caro do que fazer um bate volta de onibus? quanto tempo leva?

    No mais parabéns pelo blog e penso ser maravilhoso viver em Toronto, tive a oportunidade de ir 2 vezes para esta cidade e atualmente tenho 2 amigos brasileiros que vivem aí.

    Obrigado e um forte abraço!

    • Oi Thiago,
      Se não tiver problema em dirigir carros alugados em outros países, eu acho que pra vocês seriam uma boa opção. Acebi de ver preços rapidinhos na Hertz e eles estão cobrando uma media de US$50 por dia + seguros… infelizmente não lembro o valor do combustivel, mas vc deve achar isso fácil no google. E aproveita para pagar algo com GPS, ou as empresas de veiculos sempre tem mapas rodoviarios, né?
      Você estea voando do BR para Israel ou de algum outro país, pois se estiver indo do Brasil, acho melhor ficar o primeiro dia em Tel Aviv mesmo, para dar uma descompressão, descansar e sentir o clima. Quando fui a Nazaré, eu sai de Tel Aviv, conheci Nazareh e dormi em Tiberias.
      Fiz Masada e o Mar Morto no bate-e-volta também de carro e foi tranquilo, na verdade nnao estávamos em Tel Aviv, ficamos em uma cidade entre Jerusalem e Tel Aviv e foi tranquilo fazer esse bate-e-volta (mas ficamos o dia todo viajando).
      Eu não curto excursão, só faço quando não acho uma opção mais independente ou quando fico com receio de fazer por conta… e eu digo que Israel é bem tranquilo, lembrando é claro que eu não fui a Cisjordania, somente quando fui ao Mar Morto, que escolhemos um resort que passava a “fronteira de Israel”, mas mesmo assim foi relax.
      Ajudei ou te deixei mais confuso?
      Abs

  5. Vivi says:

    Oi gente! Amei esse blog!
    Quando eu crescer, quero ter um igual…hehehehe
    Bem, eu sou brasileira e moro em Israel… se alguém quiser mais dicas e ajuda pra alguma coisa, falem comigo.
    Bjks
    Vivi
    vivi@israelcompras.com
    store.israelcompras.com
    blog.israelcompras.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *