Motivos para não morar no Canadá

É muito fácil encontrar artigos blogs, Instagrams, YouTubes e reportagens sobre ótimas razões para viver no Canadá, eu mesmo já mencionei várias delas aqui no Mikix, mas hoje, vou falar de 8 motivos para não morar no Canadá! Isso mesmo, alguns aspectos fundamentais que você precisa analisar muito bem antes de tomar a decisão de estudar ou imigrar para o meu congelador.

Esse post foi escrito originalmente há muito anos, mas estou sempre atualizando, essa versão que você está lendo é de abril/2021. Tudo começou quando em 2008 estava por aí passeando na internet e me deparei com o website NotCanada.com (atualmente fora do ar) e me chamou a atenção um dos artigos que o autor escreveu denominado: “8 Razões para não imigrar para o Canada”.

Devo confessar que o website era um tanto quando polêmico, mas ao mesmo tempo, foi interessante analisar o ponto de vista do autor sobre o assunto imigração para o Canadá.

Muitas vezes, os futuros imigrantes costumam olhar somente o lado bom do país que escolhem para viver e certamente idealizam o “paraíso”, o que resulta em frustrações depois da chegada.

Por isso, que uma das dicas que sempre deixo aqui em negrito é: “Quanto mais realistas suas expectativas, menores as chances do sonho virar pesadelo”.

Motivos para não morar no Canadá
Euzinha em 2003 viajando no outono canadense!

8 Motivos para não morar no Canadá

Vamos aqui aos pontos (traduzidos) que o moço daquele website colocou e logo depois eu explico minha opinião sobre o assunto, baseado obviamente na minha vivência com a imigração para o Canadá, lembrando que estou no país há mais de 20 anos.

É interessante analisar que todas as afirmações do moço tem muita verdade e não podem ser descartadas, mas há um tom extremamente pessimista, por isso que resolvi criar esse “debate”, para assim mostrar um outro ponto de vista.

1. Sistema de Imigração discriminatório e desonesto

O processo de imigração canadense é baseado em sistema de pontos obtidos por sua educação, qualificações e experiência de trabalho. Pontos são suficientes para imigração, mas dentro do Canada, eles não são suficientes para você conseguir um trabalho na sua área. É incrível que as mesmas credenciais que te levam ao Canada, são as mesmas que não te qualificam para sua profissão.

A razão é: Canada quer somente imigrantes para trabalhos como: entregador de pizza, taxista, trabalhador braçal etc

Minha opinião:

Basicamente quanto maior seu nível educacional, maior sua chance de se qualificar para o processo de imigração para o Canadá. Mas conforme a afirmação acima, quando um novo imigrante chega no Canada, toda essa sua qualificação nem sempre será exaltada…

Se você ainda não ouviu falar da “experiência canadense“, fica aqui minha apresentação a esse dilema canadense. A falta de experiência canadense deixa muitos recém-imigrantes ou estudantes sem emprego durante primeiros meses e algumas pessoas nunca conseguem retornar a sua profissão previamente ocupada no Brasil, ou de qualquer outro país que tenha vindo.

Por causa dessa realidade, somado a falta de domínio na língua e de capital para se manter, muitas pessoas optam por começar pelos sub-empregos ou em uma posição bem inferior, para que assim consigam ganhar a tal experiência canadense e também se manter.

O pessoal de TI (informática), na maioria das vezes, não tem esse problema, pois geralmente eles conseguem se realocar rapidamente, mas claro que isso depende da tecnologia, época do ano, experiência etc. Dito isso, é comum ouvir relatos de salários aquém da qualificação no primeiro emprego – por isso que é tão comum as pessoas da área de TI mudarem de emprego nos primeiros 6 a 12 meses de trabalho, pois descobrem que estão recebendo menos que deveriam.

Para quem é da área administrativa, o negócio fica ainda mais desafiador, pois geralmente há mais oferta que vagas, dessa forma, a competição é direta com canadenses que já tem experiência canadense, sabem fazer um currículo adequadamente, obviamnet tem ingles fluente e se formaram em instituições conhecidas.

Para quem é médico, dentista, engenheiro civil, advogado etc, antes de trabalhar será preciso se qualificar junto a sua associação, normalmente fazendo provas e mais provas, e gastando muito dinheiro e tempo. Do contrário a chance é de apenas atuar na área técnica.

2. Morar no Canadá custa caríssimo

“Do aluguel ao pagamento das contas, do shopping, do telefone, internet, cabo, seguro de carro, jantando fora etc, o custo de vida canadense cresceu astronomicamente. Novos imigrantes estão chocados diante do quão caro são as coisas. É estimado que se comparado a maioria dos países do mundo, o custo de vida no Canada é na média, 5 vezes maior.”

Minha opinião:

Essa questão do custo de vida é muito relativo, pois tudo depende de onde você vai chegar e para onde vai.

O custo de vida das grandes cidades canadenses com certeza é alto, especialmente Toronto e Vancouver. Mas saiba que Montreal, Ottawa e Calgary apesar de ter um custo de vida mais baixo, com certeza não é o mesmo de 5 ou 10 anos atrás. O maior problema para quem está chegando é se encaixar no setor imobiliário, pois o aluguel costuma ser alto e preços das casa também.

Aliás, esse artigo do reddit mostra um gráfico assustador do quanto o mercado imobiliário inflacionou ao longo dos antes, nesse caso, desde o ano 2000.

Para um custo de vida mais amigável a dica é morar no Canadá em cidades menores ou nos centros regionais fora das grande metrópoles. Porém, dependendo da sua profissão e da sua ambição, esses lugares podem ter menos possibilidade de projeção de carreira.


Vai estudar no Canadá?

Contrate um seguro saúde de estudantes com bom preço e

cobertura de no mínimo 2 milhões de dólares canadenses!


3. Crise do Sistema de Saúde

Médicos estão em falta no Canadá, 1 em 4 canadenses não conseguem ter um médico de família. Médicos canadenses estão deixando o país e se mudando permanentemente para os EUA. Statistics Canada e Canadian Medical Association ambos identificaram que para cada 1 médico americano que muda-se para o Canada, 19 médicos canadenses mudam-se para os EUA. Médicos no Canada estão com uma carga de trabalho enorme e não são pagos adequadamente.

Minha opinião:

O sistema de saúde canadense, público e gratuito, tem suas mazelas, não há como negar. E esse ranço com o serviço de saúde fica ainda mais evidente para aqueles que estão costumado com o sistema privado brasileiro.

No Canadá você não vai em um especialista quando quer, mas sim depois que já visitou seu médico de família e ele te recomendou a um especialista. As vezes para conseguir exames extra como um ultrassom, por exemplo, pode ser um martírio.

Contudo, na minha opinião, o sistema é justo, e todo mundo recebe o mesmo tratamento – salvo algumas exceções (claro!).

Quanto aos médicos, isso é verdade, muitos médicos canadenses (muitas vezes, os melhores) debandam-se para a terra do Tio Sam em busca de melhores oportunidade e salários mais altos. Mas isso não é somente na medicina, em muitas outras profissões, os Estados Unidos acaba sugando bons profissionais canadenses.

O que me deixa chateada é que ao mesmo tempo que médicos estão em falta, o processo de qualificação de médicos imigrantes continua demorado, burocrático e caro, melhorou muito nos últimos anos, mas mesmo assim… tudo continua lento.

A conclusão é que você precisa se readaptar ao sistema de saúde e abrir um pouco a mente… e querendo algo mais exclusivo, basta atravessar a fronteira que tudo é possível, porém há um custo infinito! No Canadá, nem pagando, você terá tratamento diferencial.

4. Taxas e impostos muito altos

“Você tem GST, PST, totalizando 13-15% em praticamente tudo que você compra e muitas outras taxas retirada do seu salário semanalmente/mensalmente. Você tem que pagar altas taxas para o governo do seu árduo trabalho. O governo não se preocupa, pois as pessoas estão bebendo cerveja e assistindo hockey. Justo? Não interessa, isso é Canada.”

Minha opinião:

Quanto ao pagamento de taxas e impostos, estou pensando seriamente em mandar esse autor para o Brasil (risos!). Um lugar onde pagamos por tudo e mais um pouco, enfrentamos uma corrupção lascada e temos pouquíssimo retorno do governo, especialmente nos setores mais importantes como: educação, saúde, segurança etc…

Dito isso, devo confessar que é triste, ver quase que 40% do meu salário ficar nas mãos do governo governo. Isto é Canada? Sim… mas por outro lado você recebe muitos benefícios em troca!

Obviamente que nada é perfeito e que o Canadá está longe de ser o paraíso na terra, mas o sistema é mais justo e os cidadão não são tratados como palhaços.

5. Governo só pensa em dinheiro

“Embaixadas canadenses por todo o mundo mente para estrangeiros, mostrando um Canada utópico, porque eles querem que essas pessoas venham para o Canada. Por que? Porque estrangeiros trazem dinheiro! Depois de enganados, eles vêm. Eles devem trazer no mínimo $10,000. O Canada tem uma quota de 250.000 imigrantes por ano. Dessa forma, faça suas contas; 250.000 multiplicado por $10,000 igual a 2.5 bilhões de dolares que o Canada ganha dos imigrantes todos os anos.”

Minha opinião:

Será que o autor quer que o Canada abra as porteiras e deixe “qualquer um” entrar? Eu sei que essa minha frase é um tanto quando polêmica, até porque o governo seleciona a dedo quem ele permite entrar.

Sem dúvida o processo de imigração canadense não é simples, é limitante e não é aberto para todos. Além dos critérios relacionados a qualificação, há também um custo envolvido que pode ser um dos limitante para muitos aplicantes. Porém, quem já imigrou ou veio para o Canadá estudar, vai poder confirmar, que o valor exigido pela imigração para uma pessoa ou uma família chegar é realmente o mínimo para conseguir sobreviver nos primeiros meses.

PS: Hoje, esses valores descritos acima mudaram, uma pessoa precisa comprovar o valor de C$12,960 e uma família de 4 pessoas C$24,083. Clique aqui para ver os valores atualizados no site do governo canadense.

E por fim, sendo bem curta e grossa, a opção de imigrar é de cada um, dessa forma, não querendo se dispor desse dinheiro, fica onde está!

Aproveite e leia esses artigos que acho interessante:

6. Falta de cultura

“Diferentemente de todos os países do mundo, Canada não tem cultura. A cultura americana é dominadora no Canada. Quando foi a última vez que você pediu uma comida “canadense”? Canada não tem tradições e não há identidade nacional. O que significa você se chamado de “canadense”… nada. Pessoas vivem no Canada, e continuam se identificando como “brasileiros, mexicanos, italianos, portugueses etc”, os imigrantes se identificam com o país de onde elas vieram.”

Minha opinião:

Esse tipo de comentário só mostra o quanto a pessoa não entende a cultura canadense de integração e respeito ao multiculturalismo. O Canadá não é um país que recebe imigrantes e que quer impor goela abaixo seu estilo de vida. Sinto muito, mas um dos motivos que eu amo tanto o Canadá é esse, o acolhimento aos imigrantes.

Sim, eu acredito que a cultura canadense esta em formação, assim como muitos países do “novo mundo”. E que todos estão construindo um Canadá melhor!

Acho ridículo o autor acreditar que os imigrantes (geração 1) vão engolir o Canada e esquecer o local onde nasceram e cresceram, veja bem, isso é comentário de gente imatura e provavelmente xenófoba.

Quando você escolhe viver em um novo país e resolve amar de peito aberto esse novo lugar, certamente você passa a se identificar com duas pátrias e passa a amá-las da mesma forma.

Digo isso por mim, afirmo e reafirmo que é muito bom se sentir em casa em dois países diferentes. Inclusive, temos vários amigos dos projetos que trabalhamos pelo mundo (fora do Brasil e do Canadá) que muitas vezes nos identificam como “the canadians”, mesmo com o nosso sotaque.

7. Clima Terrível

“O Canada tem as piores condições climáticas do mundo. Temperaturas congelantes, neve, gelo, granizo, vento, tempestade etc. Das Províncias das planícies (Praires) as Marítimas (Maritimes), dos Territórios ao sul de Ontario, o clima é terrível e repugnante que muitos canadenses deixam o país por esse único motivo.”

Minha opinião:

Dessa vez terei que concordar (risos) e confesso que essa é a única razão que me faz repensar em viver no Canadá para sempre, pois o clima não ajuda. Não é o frio em si que desanima, mas o longo período de inverno!

Mas sabe, vou contar uma curiosidade. Temos um casal de amigos de Belarus (Bielorrússia) e eles disseram que adoram o clima do Canadá, que é bem melhor que do país que eles vieram, pois mesmo no inverno tem sol! Viu minha gente, é tudo uma questão de perspectiva! kkkkkkkk

Outra coisa interessante é que muitos canadenses e imigrantes adoram a oportunidade de viver as quatro estações em um ano e aproveitam todas elas de forma saudável e gostosa. O inverno as vezes cansa, mas por outro lado nos dá a oportunidade de fazer muitas atividades diferentes e até viver um natal branquinho e cheio de neve!

De novo, quando você muda de país, é preciso adaptar seu estilo de vida e mentalidade, com certeza, a vida se torna muito mais feliz e a transição mais fácil.

Veja aqui a temperatura no Canadá (mês a mês) nas principais cidades canadense.

8. Não tem empregos

“De costa a costa, não existe empregos. Imigrantes são altamente qualificados (mestrado, doutorado, engenheiros etc), mas eles estão dirigindo taxi, entregando pizza e trabalhando em industrias. Até pessoas com diploma de universidades canadenses não encontram emprego. Isso é uma tragédia. Eu sinto por esses imigrantes que permanecem no Canada pelo resto de sua vida. É realmente muito triste e sem esperança de um futuro melhor.”

Minha opinião:

Afe Maria… vai ser pessimista lá na casa do chapéu!!!

Do mesmo jeito que o o governo e muitos blogueiros pintam o Canada como o melhor país do mundo (e EU concordo), o autor coloca os imigrantes como uns pobres coitados que nunca vão dar em nada. Isso é MENTIRA, muitos imigrantes conseguem o que desejam, mas todos foram atrás do sonho de forma séria, como por exemplo: fazendo planejamento de imigração e de carreira, se preparando economicamente para essa empreitada, indo atrás de qualificações para melhor se adaptar ao ambiente de trabalho, elaborando um resume (CV) adequado e assim por diante.

Como já disse outras vezes, é necessário ter bom senso e correr atrás para ter uma imigração bem sucedida.

E vale ressaltar que imigração e vida no exterior não é para todo mundo e talvez não seja para você, o que está tudo bem também!

Conclusão: morar ou não morar no Canadá?

E para finalizar sobre os motivos para não morar no Canadá, ele fala:

“Por favor, não acredite nos websites do Governo Canadense ou dos Advogados de Imigração Canadense. Eles não estão dizendo a verdade. Faça sua própria pesquisa!”.

Eu respondo:

Pesquise SIM nos websites do governo, pois é lá que você encontrará todas as respostas para sua imigração. Mas também faça outras pesquisas: leia jornais canadenses, acesse os sites de emprego, leia blogs, tente encontrar pessoas da sua área no linkedIn, aumente sua network antes de imigrar e por aí vai…

Resumindo… faça o dever de casa, pois você não esta indo passear no Canadá, você está indo fazer seu futuro.

E você, o que acha disso tudo? (se é que alguém leu esse post até o final… risos).

Mais experiências e dicas do Canadá: