Ontem fiquei chocada com a notícia que um jacaré pegou um menino de 2 anos em um dos hoteis da Disney, uma fatalidade e tudo muito triste, impossível tentar imaginar a dor desses pais e da família diante do ocorrido. E estando na Flórida, isso realmente pode acontecer, mas por outro lado, não é motivo para cancelamento de viagem ou desespero, apenas ficar alerta para esse “problema” que existe e SEMPRE existiu por aqui.


Com o aumento considerável da população na Flórida, somado a grande procura de residências com vista para água e atividades aquáticas, o resultado está sendo em uma maior interação entre humanos e jacarés. Porém, é importante ressaltar que os residentes convivem com eles de maneira saudável, ou pelo menos evitando o risco de conflito.

Resolvi escrever esse post para explicar como as coisas acontecem aqui na Florida, evitando ser sensacionalista, mas ressaltando que o encontro com um desses animais pode acontecer. Já ocorreu comigo duas vezes onde tenho casa em South Florida (Boynton Beach), já ouvimos de alguns outros ocorridos com amigos e nos comunicados do condomínio.

Jacaré na Florida

Nota do condominio que resido, pedindo para que residentes não alimentem jacarés para evitar problemas…

Mas veja bem, minha casa fica em frente a um laguinho artificial, já teve casos de aparecer jacarés por aqui, mas nunca ninguém foi ferido e ninguém deixa de fazer as atividade do dia a dia por causa deles. Os lagos e canais que envolvem vários dos condomínios residenciais e hoteleiros da Florida, são interligados diretamente com o everglades (pântano) e reservas naturais do estado. Dessa forma, um eventual contato com os jacarés na Florida pode acontecer (pareço disco riscado repetindo isso, mas é importante saber!).

Apesar dessa notícia do menino estar deixando muita gente com viagem para a Flórida de cabelo em pé, eu gostaria de deixar claro que não há motivo para desespero e nem cancelamento, basta estar atento e evitar ficar brincando em áreas que são sinalizadas ou a beira de lago, rios ou canais, principalmente se tiver crianças, que são menores e podem parecer presa fácil para os jacarés.

E sinceramente, eu recomendo você ter mais medo dos malucos com armas pela rua, do que com os jacarés!!!

Jacaré na Florida

Primeira (e única) vez que vi um jacaré bem grande quando fui correr na pista do condomínio.

Vivendo com os jacarés na Florida

Antes de sair dizendo para matar todos os bichos, é importante ressaltar que os jacarés vivem na Flórida há séculos e eles fazem parte da fauna da região. É todo um ecosistema envolvido que mantém o balanço ecológico da região e não pode ser alterado… 

Sim, eles tem natureza de predator, e suas presas são animais pequenos (incluindo cachorro e gato, por exemplo), mas ocasionalmente há ataques (mordidas) em humanos. Desde 1948, segundo o Florida Fish and Wildlife Conservation Commission, a Florida tem uma média de 5 mordidas de jacarés a humanos por ano, e desde esse período, mais de 50 anos, foi documentado apenas 22 mortes como resultado desses conflitos.  Percebe? Muito pouco para causar pânico…

Nos últimos 10 anos, a Florida Fish and Wildlife Conservation Commission, recebeu uma média de 16.000 queixas de jacarés por ano e a maioria dessas reclamações estão relacionadas a jacarés no lago do quintal, canal e riachos, mas encontros com jacarés também já aconteceram em garages de casa, piscinas, campos de golf tc. Esses animais geralmente saem da água para tomar sol ou ir para outra região de água. E na maioria dos casos, se forem deixados quietos, nenhuma eventualidade acontece, eles retornam para a água e bye bye…

PS: Eu na verdade, tenho mais medo de ser supreendida por uma cobra na piscina ou embaixo de móveis de quintal, que por um jacaré! Essa sou eu 🙂

Dicas para se manter seguro:

  • Se encontrar um jacaré que possa ser um perigo para pessoas, pets ou propriedade na Florida, ligue para o Nuisance Alligator Hotline: 866-FWCGATOR (866-392-4286) – mas tenha sempre em mente, que esses animais serão mortos e não realocados [mais detalhes, em inglês).
  • Jacarés com menos de 120cm, geralmente não causam problema a não ser que você tente segurá-los.
  • Esteja sempre atento a jacarés quando estiver perto de lugares com água. A maioria dos ataques acontecem quando as pessoas estão distraídas.
  • Não nade em locais com advertência e placas indicando o perigo.
  • Jacarés são mais ativos durante o pôr e nascer do sol.
  • Evite nadar a noite.
  • Cachorros e gatos tem o tamanho das presas que os jacarés geralmente atacam, evite que eles nadem ou se exercitem em águas que tenham jacarés.
  • Deixe os jacarés em paz, uma lei estadual da Flórida proibe que pessoas matem, provoquem ou possuam esses animais.
  • E “brincar” com jacarés pequenos, também pode provocar ferimentos.
  • Mais detalhes, leia essa brochura, em inglês

Blogueiros se unindo para alertar turistas:

– A Luciana do blog Colagem, em parceria com a RBBV, está fazendo uma ação para que blogueiros coloquem advertência sobre o perigo de jacarés e vida selvagem na Flórida em posts pertinentes. Muito válido e importante!!!

– Outra blogueira, a Patricia Tayão, escreveu um post sobre o mesmo assunto “Flórida, o lar de milhares de aligátores!” que vale a pena ser lido.

– E muito tem sido discutido na comunidade do facebook Viajando para os EUA, seguir esse tópico, para quem se interessar.