e Ainda há muitas incertezas com relação ao COVID-19 e intercâmbio no Canadá, a reabertura da fronteira para estudantes internacionais (que foi reaberta no dia 20 de Outubro/2020) e como se programar para uma futura viagem de estudos em tempos de pandemia.

Estou participando de vários webinars com escolas, instituições e parceiros, e sinto que o pessimismo do primeiro semestre da 2020 está dando lugar a boas expectativas com relação a superação do COVID-19, embasadas nas últimas notícias positivas com respeito a potenciais vacinas.

Ainda acho cedo incentivar estudantes a viajar para cursos presenciais no Canadá. Acredito que os cursos de inglês online ainda são as melhores alternativas nesse momento. O mesmo vale para todos os outros tipos de cursos: profissionalizantes, preparatórios e colleges. Penso que não mudarei de ideia até, pelo menos, março (período pós inverno)!

Contudo, devo confessar que estou também otimista. Acredito que o mercado de intercâmbio irá retornar com força total no segundo semestre de 2021. E se tudo ocorrer positivamente como esperamos, em Julho/2021 teremos muitos programas de verão em pleno funcionamento!

Aulas de inglês online no Canadá

 

Sobre COVID-19 e Intercâmbio no Canadá

Gostaria de ressaltar que esse texto é pessoal e apesar de ter me baseado em notícias oficiais do governo canadense e newsletter de parceiros, a decisão final de qualquer visto ou entrada no país é do setor de imigração do Canadá.

Irei também me preocupar em responder questōes baseadas na realidade de estudantes que ainda estão no Brasil. Já que para aqueles que já estão no Canadá as restrições são diferentes.

Aproveitando o espaço, deixo meu jabá: sou consultora de intercâmbio para o Canadá, especializada em cursos de inglês de adultos (qualquer idade) e crianças a partir de 6 anos. Para mais informações, estou a disposição através do email mirella@mikix.com.

Quem pode estudar presencialmente no Canadá?

Desde o dia 20 de outubro de 2020, estudantes internacionais podem viajar para o Canadá assumindo que irão frequentar uma instituição de ensino designada (DLI) e tenham obtido um visto de estudante.

ATENÇÃO: visto de turista TRV ou o visto eletrônico ETA que antes eram permitidos para estudos por menos 6 meses, não estão autorizado nesse momento.

Fatos a considerar:

  • O visto de estudante está sendo processado pela imigração canadense, porém os brasileiros que precisarem fazer o exame biométrico terão dificuldade de prosseguir com o processo, pois os Centros de solicitação de visto do Canadá (CVAC) no Brasil estão fechados.
  • Estudantes que tem a intenção de ingressar em cursos técnicos e graduação em setembro de 2021, devem verificar a disponibilidade, pois algumas turmas já estão lotadas.
  • Para pessoas que precisem avançar no nível de inglês para serem aprovado/as em instituições de ensino superior ou para prestar testes preparatórios como IELTS, minha recomendação é dar início aos cursos de inglês online para não atrasar ainda mais o planejamento.

Sobre o confinamento de duas semanas

Todos estudantes que desembarcarem no Canadá precisam permanecer em quarentena por 14 dias. Tudo isso pode ser organizado com apoio das agências de intercâmbio e escolas.

E é por esse motivo, e também pela possibilidade das escolas cancelarem aulas presenciais por decisão própria ou sob imposição do governo, que não recomendo viajar para o Canadá para cursos presenciais nesse momento.

PS: a região de Toronto, por exemplo, está entrando em lockdown novamente dia 20/Novembro.

Vacinas no Canadá

Duas vacinas com 95% de eficácia devem ser aprovados para uso no Canadá. O governo canadense já adquiriu 20 milhões de vacinas da companhia Pfizer e outras 50 milhões de vacinas da empresa Moderna.

A expectativa é que a distribuição exigirá um tempo considerável devido aos desafios logísticos. Os mais vulneráveis serão os primeiros a receber a vacina.

Acredita-se que em janeiro a distribuição da tais vacinas sejam iniciada, dando prioridade a idosos, pessoas com sistema imunológico comprometido e trabalhadores da linha de frente do sistema de saúde.

Espera-se que o público em geral comece a ser vacinado já em março. Contudo, apesar do otimismo, não há como negar que este inverno (entre os meses de dezembro a março) será bem duro, com todos enclausurados e com muitas restrições. Afinal essa é a época do ano com maior incidência de casos de gripe comum e doenças respiratórias no Canadá.

Se tudo sair como o planejado, no final do verão de 2021 é esperado que se atinja o patamar de imunidade de rebanho, que ocorre quando cerca de 60-70% da população já se recuperou de uma infeção do COVID-19 ou já se apresenta vacinada.

Expectativa: Previsão dos testes rápidos – Início de 2021

Está no radar que o Canadá irá oferecer testes rápidos de COVID-19 em aeroportos no início de 2021, o que significa que estudantes poderão ser testados nos próprios aeroportos com resultados em meros 15 minutos, diminuindo assim o tempo de quarentena/confinamento.

A vacina é segura?

Há muita especulação sobre os testes das vacinas que estão sendo desenvolvidas.

Obviamente eu não sou uma especialista no assunto, mas não resta dúvida que, assim que me for permitido, não hesitarei, serei a primeira a entrar na fila. 🙂

Continuo acreditando no sistema de desenvolvimento e testes de vacinas, tanto no Canadá, no Brasil e ao redor mundo. Sinceramente não me deixo envolver por teorias de conspiração.

Expectativa: Retorno ao normal – Setembro 2021

Se der tudo certo, esperamos que o COVID-19 e intercâmbio no Canadá esteja normalizado entre Julho a Setembro de 2021 e a vida começando a retornar ao normal, com estudantes em aulas presenciais e sem a necessidade do uso de máscara.

Estou torcendo muito por esse outcome. O que você acha de tudo isso? Fale comigo nos comentários.