Para quem não sabe, o Kiko (marido) está com um novo projeto na província de Nova Scotia e estamos aproveitando para conhecer um pouquinho dessa região do leste do Canadá que há anos estava na bucket list, mas que nunca havia se materializou.

Aos poucos, vou contando um pouquinho das nossas descobertas por aqui, mas hoje queria falar do Museu da Imigração em Halifax, que nos teletransporta para o Pier 21 entre os anos de 1928 and 1971, e onde muitos imigrantes deram seus primeiros passos para criar uma nova vida no Canadá.

Immigration Museum Halifax

Imagina se eu fosse um oficial de imigração canadense?

Para entender a importância de Halifax no início da imigração para o Canadá, o primeiro passo é saber sua localização (brinque um pouco aí no google maps para saber onde fica Halifax no mapa do Canadá):

O museu é bem interativo e conforme você vai entrando, a gente vai imaginando como foi todo o processo desses novos emigrantes, desde a viagem de navio da Europa ao Canadá, até os primeiros passos dentro do novo país que eles estavam aceitando residir.

Obviamente, o processo imigração dessas famílias ou indivíduos foram bem diferente do meu, mas não há como não me sensibilizar e me sentir parte de tudo isso.

Eu fui entrando em transe e queria fazer muitas perguntas para o guia que nos apresentou o básico do museu em 30 minutos, mas claro que não consegui fazer nem metade (risos)… são tantas histórias, lembranças, sonhos… tantas novas experiências, frustrações, desafios …

Immigration Museum Halifax

Exemplo de um quarto do navio.

Immigration Museum Halifax

Sala da imigração … depois da viagem, era preciso esperar nesses bancos sua vez de ser aprovado definitivamente para o processo de seleção.

Immigration Museum Halifax

Depois de toda a viagem de navio, processo de seleção, a maioria dos novos imigrates, pegavam o trem para se espalharem pelo Canadá … de leste a algum lugar do oeste…

Immigration Museum Halifax

E quando a mulherada chegavam sozinhas …

Mas confesso, que o que mais me emocionou foi o vídeo de 30 minutos que conta a história dos imigrantes mais recentes, assim como a gente … vocês não tem idéia de quanto orgulho eu sinto em chamar o Canadá de casa, e como é bacana ver outras pessoas dizendo a mesma coisa, pois independente da nacionalidade original, o sentimento é mesmo.

Valeu demais ter conhecido esse museu e recomendo que se um dia você for a Halifax, e for um imigrante como eu, não deixe de visitá-lo!!!

Mais informações dos horários e preços do museu, clique aqui.