Então … quase todos os dias eu abro meu e-mail e comentários do blog ou facebook e vêm o povo me dizendo assim: “Querida Mirellita, meu sonho é ir para o Canadá … blá blá blá…” . Aí esses dias, conversando com o Kikão, chegamos a óbvia conclusão que sonho não te leva a lugar nenhum. Então, meus amigos, a lição do dia é: Imigrar para o Canadá não deve ser sonho!

Tendo isso como base, o que te leva para qualquer lugar (seja uma imigração, ou uma viagem, ou mudança de emprego etc) são duas coisas: objetivo e planejamento. Sem esse dois ingredientes, os sonhos vão continuar ficando no mundo das ideias e não no seu futuro.

Imigração de sucesso

Quando o assunto é imigração, eu gosto de ser bem realista em relação a tudo, e veja bem, ser realista em hipótese alguma significa ser pessimista.

E vai me escutando, o que vai aparecer de gente te colocando pra baixo antes e durante os primeiros meses de sua vida imigrante não é fácil! Eu ouvi cada bobagem quando cheguei no Canadá de pessoas que se achavam super sabidas e entendidas que vou te contar, viu?

Quase pegamos nossas quatro malinhas e voltamos para o Brasil com o rabinho entre as pernas… parece show de horror! As vezes, dá a entender que quem sofre mais, tem mais direito a ser imigrante que o outro que “deu certo”  logo de primeira, ou teve a “sorte” de ter imigrado com a bunda virada pra lua!

Mas não é bem assim, ao longo desses anos de vida expatriada, eu noto que quem soube se planejar direito e trilhou objetivos para o sucesso, tem uma vida boa! E isso é o que muita gente chama de “sorte”; eu chamo de determinação, força, coragem e muito trabalho… aliás, isso vale para tudo na vida (imigrantes ou não).

Claro que shit happens… e você pode ir lá, fazer tudo certinho e coisas além do seu controle te jogarem pra trás (como por exemplo: crise econômica, demissão em massa, doença etc), mas ainda bem que isso acontece somente com a minoria!

Acho que é isso por hoje…

* Imagens utilizadas nesse post são cortesia do Pakorn e KROMKRATHOG no freedigitalphotos.net.