Umas das opções de acomodações para quem vai fazer intercâmbio são as homestays, ou “casas de família” como chamamos em português. Como agente de intercâmbio, eu sempre aviso aos meus clientes o que eles devem esperar da família que os receberá e como não criar falsas ilusões em relação a isso… pois apesar de ser uma experiência incrível, não dá para achar que vai ser como mostra os filmes e seriados de Hollywood, né? 🙂

Geralmente, as “surpresas” podem ser facilmente resolvidas se pensarem realisticamente e não “a la Disney“. Então vamos há algumas ficções x realidades abaixo:

A realidade do Intercâmbio e Homestay

1- Canadá é puro glamour, todos são ricos, as casas são imensas e viverei no melhor bairro da cidade!

Na verdade, você vai viver uma vida simples, a família que te acolherá será de classe média, e não espere que terá empregada(o) a sua disposição.

Vale lembrar que as famílias que aceitam estudantes em sua casa, geralmente contam com esse dinheiro da homestay para pagar as contas mensais. Claro que eles são abertos a novas culturas e querem mostrar o melhor da cidade pra você, mas não espere que eles te pegarão pela mão e que terá mordomia 24 horas por dia.

2- Todas famílias canadenses são brancas; com pai, mãe e dois filhos lindos de olhos azuis.

Na verdade, o Canadá é um país multicultural e temos muito orgulho disso (sim, eu sou canadense também). Dessa forma, a probabilidade de você ficar em uma família com essas características são pequenas. Imagine viver com famílias asiáticas, indianas, latinas e talvez canadenses… mas uma coisa é certa, todos falarão inglês com você, com sotaque ou não…

Ah sim, não espere que vá viver com família “inteiras”. Pode ser que sejam pessoas solteiras, divorciadas, pai ou mãe solteiro/a com ou sem crianças. Se tiver alguma preferência, peça ao seu agente avisar a escola, e eles tentarão o possível para te colocar em família que tenha suas características.

Aproveitando o tópico, seja tolerante com o novo, deixe o preconceito de lado e abrace a nova cultura e a experiência. Independente da família, ele(s) estarão interessados em ajudá-lo e dar dicas do país e cidade que vivem. Mas de novo, não serão pai e mãe, especialmente se você já for adulto.

(PS: Sotaque no Canadá, especialmente nas grandes metrópoles é algo muito comum, e esse é um dos motivos das pessoas se sentirem tão a vontade ao chegar no Canadá, pois você se mescla facilmente, você não é o “estranho”, você é mais um no meio dessa linda Torre de Babel).

Canada Multicultural

Canada Multicultural

3- Minha homestay vai ser como um hotel

A maioria das escolas oferecem o pacote de quarto individual para os estudantes, mas existe opções de quarto compartilhado também. Independente do tipo de quarto que você escolher (individual ou duplo), o restante da casa vai ser compartilhada: banheiro, sala, cozinha etc … (Algumas escolas oferecem a opção de homestay com banheiro e quarto privativo, mas há um custo a mais pra isso).

E mais uma vez, não espere que as casas tenham empregadas, como é ainda comum no Brasil. Geralmente as tarefas da casa são divididas entre os membros da família, inclusive crianças.

4- As refeições serão como em restaurantes

As refeições serão bem simples e sem opção de menu (risos). Você está vivendo em uma casa onde as pessoas trabalham, vão pra escola e não tem tempo pra ficar inventando moda. Geralmente o café da manhã será um pão com manteiga e café, o almoço uma sopa ou sanduiche preparado por você e a janta será o momento que a pessoa responsável do homestay irá cozinhar e provavelmente todos sentarão juntos para a refeição, mas isso não quer dizer que será uma comida especial e refinada.

Esteja aberto para experimentar novos pratos e sabores, arroz com feijão é coisa de brasileiros, outras culturas (inclusive a canadense) tem outros tipo de tempero, misturas e comidas básicas. No começo talvez seja um pouquinho complicado dependendo da família, mas pra tudo dá-se um jeito ;).

Respeite os horários das refeições, especialmente o jantar, se resolver que não irá comer em casa, avise com antecedência o responsável da casa, não deixe a família esperando feito tonta e se atrasar, não espere que sua comida estará te esperando quentinha.

5- Somente um estudante por casa

Para sua surpresa, existe uma grande possibilidade de você ter outros estudantes na mesma casa que você e o bacana disso é que ao chegar já terá outras pessoas na mesma situação e será muito mais fácil de dividir experiência, já ter alguém para passear etc  😉

6- Estarei fluente em inglês em 4 semanas de Canadá

Falso, ficar em uma casa de família e conviver diariamente com a lingua inglesa vai melhorar muito seu inglês, mas demanda tempo e esforço para se tornar fluente. Não há receita para o aprendizado da lingua, cada estudante tem seu ritmo e isso deve ser respeitado, mas quem estuda mais e tenta ficar longe dos brasileiros, tem a chance de aperfeiçoar a lingua mais rápido.

Não precisa fugir dos brasileiros, pois eu sei que as vezes queremos sentir um pouquinho de “casa” na nossa vida expatriada, mas não crie um gueto, do contrário, não valerá de nada a experiência.

7- A homestay será minha família canadense (papai, mamãe e filhinhos)

Geralmente esse conceito se encaixa para os estudantes adolescente que vão fazer o high school em programas específicos para essa faixa etária. No caso de jovens e adultos, a homestay é um facilitador e a casa terá regras que você deve seguir e respeitar. Ninguém vai te tratar como pai ou mãe, mas será exigido comportamentos como horário pra chegar em casa, avisar se for sair a noite, número máximo de banhos por dia etc…

As regras serão dadas pela família quando chegar e cabe a você se adaptar a nova família… 🙂

Homestay no Canadá

Em alguma rua de Toronto

8- Posso mudar de família por qualquer motivo

Não, o processo de encontrar uma família para você demanda tempo e dinheiro por parte da escola, dessa forma é preciso ter razões bem razoáveis para pedir a mudança, por exemplo, “não gostei da decoração do meu quarto” – isso não é motivo para troca. “Estou com alergia do pelo do cachorro”, isso pode ser motivo, especialmente se tiver avisado no momento da matrícula que tem alergia a isso ou aquilo.

Claro que se algo acontecer que não gostar, você pode procurar seu agente de intercâmbio ou a pessoas responsável por sua homestay na escola e pedir conselho.

Então, minha dica número um é:  No momento da matrícula, avise a seu agente todas suas preferências, por exemplo: casa com ou sem criança, com ou sem animais (cachorro e gato).  Deixe claro se tem alergia a algum tipo de alimento ou animais de estimação.

9- Vou morar pertinho da escola

Claro que pode acontecer de você morar bem perto da sua escola, que possa ir a pé. Mas na maioria dos casos, espere morar entre 30 a 40 minutos da escola, usando transporte público. Caso a escola esteja fechando sua homestay, ela tenta restringir o esse tempo de locomoção (commute) em no máximo 45 minutos.

O que a família espera de você:

1- Mantenha o seu quarto arrumado e limpo, você receberá roupa de cama e banho da família, mas não espere que alguém irá arrumar sua cama, guardar suas roupas e deixar seu ambiente limpo. Seu quarto é sua responsabilidade.

2- Apesar de algumas famílias se responsabilizarem por lavar suas roupas (não passadas), tenha em mente que nem sempre isso é válido. A família vai avisar quantas vezes por semana você pode usar a máquina e não espere que você poderá usar o ferro de passar roupa como bem entender – o “modus operantes” de uma família canadense é bem diferente da brasileira, abrace a causa e seja feliz 🙂 .

3. Apague as luzes ao deixar um ambiente.

4. Não fique no banho por mais de 20 minutos, algumas família podem limitar seu número de banhos, para somente 1 por dia, por exemplo.

5. Tranque as janelas e portas ao sair. Não dê sua chave a outras pessoas e seja cuidadoso para não perdê-las.

6. Não dê o telefone da sua casa para pessoas que você conheceu na rua ou na escola. Compartilhe o número somente com pessoas muito próximas (de preferência somente a família no Brasil) e compre um celular para interagir com os novos amigos.

7. Você é responsável por pagar qualquer ligação interurbana ou internacional que fizer, e se usar o telefone não se prolongue demais, faça isso via skype no seu quarto, por exemplo.

8. Respeite outros membros da família e seja educado… (óbvio)

9. Não use número que comecem com 1-900 ou 1- 976. Essas ligações podem custar até C$10 por minuto, na dúvida pergunte antes de usar o telefone.

10. Não leve amigos para casa sem perguntar a família se pode, algumas famílias são flexíveis com isso, enquanto outras não.

—–

Eu sei que esse texto pode te deixar preocupado, mas a intenção não é essa, o lance aqui é te deixar preparado para o mundo real… dessa forma, você não cria falsa expectativa e terá uma experiência muito mais legal! Boa sorte… e precisando dos meus serviço de agente, é só avisar 🙂

Leia também:

– Porque aprender inglês?

– Por que estudar inglês no Canada

– Novas regras do programa Estudo e Trabalho no Canadá